sexta-feira, 30 de julho de 2010

hoje,


















eu olho pra trás e vejo o quanto eu fui feliz contigo. O quanto você me proporcionou momentos inesquecíveis. Contraditório, não? É, eu sei, mas nosso relacionamento numa foi normal mesmo, nunca foi um mar de rosas. Era so brigas, em cima de brigas. Ciúmes em cima de ciúmes. Minha culpa, eu sei. Desculpa ta? E cada palavra, cada promessa, cada gesto, cada sussurro e cada suspiro, eu te prometo, que eu NUNCA esquecerei. E fazendo uma retrospectiva de todos os fatos eu te afirmo com toda certeza: você me fez MUITO feliz. MUITO MESMO. Acabou? Que droga em? acontece. É a vida. Se sofri com o fim? Só Deus sabe o quanto demorei pra forja um sorriso aceitável e verdadeiro. Se voltaria atrás com a decisão final? Bem, se fosse antes da nossa conversa de sábado, SIM, eu voltaria. Mas agora? De maneira nenhuma. Foi tudo muito bom, tudo muito alegre, mas agora já era.

Qualquer coisa me liga, me desbloqueia, aparece aqui pra gente comer salgado e tomar uma coca. E então é isso, eu te amo muito, sinto tua falta. Acabou. :D’

Nenhum comentário:

Postar um comentário